Momentos

Momentos
Nada explica tudo e tudo explica nada!!!

sábado, maio 24

Aquela sensação ... novamente

Aquela coisa louca que ás vezes acontece sabe
Quando estamos em meio a muitos mas sentindo como se fosse um deserto
Aquele olhar pro nada, aqueles pensamentos que não sabemos explicar, toda aquela coisa louca que dá e passa
Aqueles pensamentos e sentimentos que não conseguimos explicar, ou quem sabe até consigamos mas não queremos
Toda e qualquer música vai ter uma letra que nos identifica, explica nossa vida, nossos pensamentos e sentimentos
E mesmo quando não explica, acreditamos que a vírgula foi para nós
Tudo é destino tudo é coincidência, tudo é certo nada é certo, tudo é lindo e tudo é feio
Sei lá entende?!
Um medo repentino do futuro e ao mesmo tempo uma vontade louca de já estar lá para saber o que aconteceu...
Querer o agora com gostinho de amanhã e a certeza de ontem
Aquela vontade de escutar um rock e estar em um baile (tá meio forçado mas é para se fazer entender haha)
Se sentir deslocado em um local que já não é mais estranho
Se sentir a mais certa enquanto todos acreditam estar louca
Será um erro muito grande tentar explicar tudo ao meu redor?
Querer entender o por que de tudo?



sexta-feira, maio 9

Mais uma perdida

Muitas vezes não nos damos por conta, o quão insensatos somos...
Sejam em simples gestos, falas, olhares, pensamentos, e inclusive atitudes...
Nem sempre controlamos nossos sentimentos e nem alguns pensamentos, e quando nos damo por conta
Certas pessoas estão achando que podem 'pisar' em cima da gente
E quando nos damos conta disso algumas vezes já é tarde...
Mas nunca é tarde para atitudes!
Os pensamentos esses infelizmente nem sempre conseguimos controlar também, mas nada que não possamos nos dar por conta e mudar...
Atitudes, essas são mais difíceis mas nada impossível...
Agora o que resta é o desejo e a força de vontade de fazer com que tudo mude
Ás vezes o mais difícil... É que a teoria é sempre mais fácil que a prática...
Acho que essa questão de sentimento certas vezes pode ser tratada como um treinamento, quanto mais realizamos mais aprendemos, de formas diferentes, algumas experiências interessantes outras nem tanto, algumas magoam quando não deveriam...
Ser insensato, ser louco, dramático, rancoroso, amável, meigo... Muitos desses sempre surgem no momento errado...

sábado, abril 26

Peças que se encaixam

Você tem coisas, muitas coisas com o que se preocupar, coisas que necessitam da sua atenção, que você realmente precisar pensar..
E ao mesmo tempo existem coisas que não precisamos, não deveríamos nos preocupar...
Na teoria tudo é lindo, perfeito com cheirinho de rosas e colorido...
Na realidade? Já da para imaginar né...
Fazemos tudo ao contrário, pensamos, imaginamos, nos dedicamos, perdemos nosso precioso tempo com coisas que não tinha necessidade nenhuma, que no fundo enquanto você perdia tempo pensando, se martirizava por saber que aquilo ali não daria em nada, não mudaria absolutamente em nada... Mas você não consegue não pensar...
Enquanto o que vai fazer toda diferença na sua vida, está ali esperando você se tocar, esperando a ficha cair, esperando o momento de você perceber o que é importante e começar a fazer suas escolhas... Mas você nada... O deixa ali de lado, abandonado, da umas olhadas, ás vezes até tenta, mas não existe concentração, não existe vontade...
E logo você desiste e volta a pensar nas coisas sem importância, pelo menos naquele momento elas não tem importância, naquele momento elas não te levarão á frente...
No meio disso tudo você se vê perdido, sem saber o que fazer, diz querer tem atenção para o o que é importante, mas no fundo não consegue esquecer o que deveria ser sem importância...
Uma confusão mental, emocional surge e você tenta não fazer mais nada
Se não for para pensar no que irá me contribuir então também não deverá pensar no que não está te ajudando no momento..
Mas lá em cima já citei, que na teoria tudo é lindo, tudo é perfeito e magicamente encaixado para vermos o resultado...
Na realidade, nós encaixamos as peças que queremos, onde queremos, como achamos ser o certo, muitas vezes no auge do momento, seja ele raiva, alegria e sendo assim não percebemos as pontas principais para o encaixe...
Um dia tudo muda e por fim percebemos que ainda no fim, uma peça não fomos nós que encaixamos e é ela à quem mais faz sentido nisso tudo, e com elas surgem os pensamentos reflexivos do que pensamos ser perda de tempo, que realmente pode ter sido, mas até nas perdas temos aprendizados

Doideira não?!

Já me peguei pensando e perguntando tantas coisas, muitas eu mesma procuro respostas que por mais ridículas que sejam satisfazem minha necessidade de respostas..
Utilizo filosofias, crio outras, invento um novo jeito de analisar as perguntas, e isso me faz bem... Tudo bem nem sempre, por que penso muita besteira também mas né .. ah é normal..
Mas sabe a pergunta que me faço desde pequena e que nem as minhas respostas me agradaram..
É por que dançar me faz tão bem...
Desde pequena a música me envolve e faz suas reações tanto no meu corpo quanto em minha mente...
Ter "problema" com música, é assim que estou relatando nos últimos anos...
Não posso ouvir uma batida, um ritmo, que eu sintonizo e sem perceber começo a realizar minhas atividades no ritmo da música... Seja o pé balançando, seja as mãos se arremessando de um lado para o outro, quando não a cabeça, ombros, e até a pisada no meio de uma caminhada... Fiasquenta é assim esquece que tem de parecer normal perante a sociedade ....
Acredito em reencarnação, e acredito que muitas coisas levamos e trazemos das demais experiências que nosso espírito vivenciou, mas me pego pensando no detalhe de que, se trazemos algo de outra vida, como um gosto, uma paixão na teoria seria um atraso para a evolução, mas será que seria um atraso mesmo sendo algo que nos faz tão bem?
Deu de perceber que eu acredito vim de outro mundo com o gosto pela dança, pelo ritmo, é que até hoje não achei outra explicação se não essa, pelo fato de gostar tanto disso, de me sentir tão bem, de poder me expressar sem ser em palavras, mas sim em gestos macro, que envolvem todos os sentimentos, os olhares, a delicadeza e a força ao mesmo tempo...
Chorar alívia, sorrir adoro mas agora dançar, ainda mais quando não tem ninguém para olhar e criticar ou rir dos passos loucos, me faz um bem tão grande...

sexta-feira, abril 25

A mente que se acha quieta

Sabe quando dizem que uma pessoa quieta, tem a mente barulhenta
Então
Não que me veja como uma pessoa quieta, até por que eu gosto de falar um pouquinho
Mas...
Existem coisas que eu não falo, então nesse ponto me vejo como uma pessoa quieta
Sendo assim
Me vejo com uma mente barulhenta, e não é pouco...
Sabe qual o problema disso..
Simples, sou ansiosa... Entendeu o problema?!?
Pensa em uma pessoa quieta, que tem a imaginação fértil, uma mente barulhenta sendo ansiosa...
Já da de notar que muita coisa eu sofro por qualquer tipo de antecipação...
Mas capaz eu consigo controlar, a minha ansiedade, minha imaginação e consigo calar minha mente...
Mas isso só em sonho talvez né, por que isso quando o sonho já não é em relação a tudo o que até agora falei... hehe
Ainda não aprendi a me separar e unir a Carol não quieta com a quieta, para que elas aprendam que certos assuntos pode conversar com moderação, que a ansiedade não tem necessidade já que a única prejudicada sou eu e que os barulhos não me permitem dormir...
Mas pra que dormir, dormir só é divino, mas nos faz perder tempo de vivências, mas descansa o corpo para vivências novas, mas que perdemos tempo por estar descansando para aproveitar...
E isso é só uma amostra do quão louca eu posso ser internamente sem que as pessoas consigam notar, por que elas notam a loucura que sem querer mas ainda sendo o mínimo necessário para a minha sobrevivência de loucura diária deixo transparecer...
Mas afinal de louco e médico todo mundo tem um pouco, só as demais atribuições ficam por conta de cada, pra mim já basta o ansiosa, imaginação fértil e mente barulhenta, pois só a união desses já me causam alguns perrengues imagina se eu falar mais...