Momentos

Momentos
Nada explica tudo e tudo explica nada!!!

sexta-feira, janeiro 30

Evoluindo de fase no jogo da vida

É e a tão sonhada fase da vida, onde se deixa o 'cargo' de estudante para Profissional
Chegou!
Enfim, FORMADA!
Enfim, Registrada no Conselho, aquele muitas são as críticas, mas enfim, trabalho!
Mas, espere só um pouquinho, isso é a fase master do Ser Adulto?
Além das responsabilidades adquiridas na graduação, ser estagiária, pagar o aluguel, a comida, agora isso triplica?
Agora então é a fase que eu corro atrás de tudo aquilo que almejo para que quando chegar na terceira fase da vida, possa descansar e gozar dos prazeres da aposentadoria, isso se ela existir, se os governos deixarem ela existir até lá ...
Essa é a fase que as cobranças aumentam, que a idade começa a surgir, que o ser solteira começa a parecer problema, como se homem fosse solução de todos, os problemas, sendo que me parece que o dinheiro está cada vez mais escasso... Gente, esse nó todo começa a partir de agora?
Tem a opção, não quero mais brincar disso?
Zoeiras a parte, acredito que essa seja a fase de maior gozo da vida né...
Imagina, é agora que muitas das decisões serão tomadas e rumos seguidos, a graduação foi o primeiro passo, a base, para que a partir de agora tudo se ajeite e se realize dentro do sonhado .. ou não, essa coisa de destino incerto, de ação e reação, de tudo que vai volta, e de que somos donos do destino até ele se mostrar mais forte que isso, é bem interessante!
E pensar que há 4 anos atrás, o início da graduação, não sabia nem qual o real motivo havia me levado a cursar aquela graduação, sabia que estava naquela cidade por ser a mais perto de onde residia minha família de 3 pessoas.
Não reclamo 100% do local ao qual fui parar, afinal, ganhei mais uma família com muitos integrantes residentes lá, o que muito foi minha felicidade.
Podia passar horas aqui explanando sobre a vida em 4 anos de graduação, mas hoje só me passa pela cabeça, que muita coisa mudou, eu inclusive, a birra mais ainda, ser autocritica também, a vontade de mais novidades, nossa essa então, já me faz pensar em mais anos de estudos. O fato de aceitar minha adaptação e a não adaptação a certas coisas também, são uma forma de me mostrar que ainda quero mais, e ao contrário da música, eu quero sempre mais de MIM ...
Me mostrar que essa fase,não era bem como eu imaginava aos meus 5 anos de idade, mas que meus pensamentos sobre como ela não seria, ainda estão vivos, e muitos já realizados. E muitos faltando só o empurrãozinho chefe para que aconteçam.
Se essa fase é a hard da vida, #Partiu fazer ela valer a pena, e da melhor maneira que surgir!

quarta-feira, janeiro 7

Aquela vontade

E hoje senti uma vontade incontrolável de escrever
Sim uma vontade que superou todos os outros dias
Por quê?
Bom, nem eu sei, mas senti e aqui estou
Tentando transparecer algo, que me deu vontade
Tentando entender o porque dessa vontade
Vontade é assim né, coisa que surge do nada
E se caso deixamos de lado, parece ficar impertinente
Sabe. é que nem aquela vontade de algo que não se sabe o que é
E sempre que a gente come, ainda não seria aquilo ali
É como se sentir com os pés no chão, enquanto se voa alto
Em sonhos e desejos, imaginações e pequenos sorrisos soltos
São vontades
Mas vontade também é algo que precisa cuidado!
Tem vontades que não pode
Que se deixar nos leva para o lado negro da força
(Esse é aquele momento, que as mãos vão ao rosto em uma breve imitação de O Grito, e o olhos ficam arregalados)

quinta-feira, novembro 20

Mais um desabafo de fim de semestre

Um dia muita coisa acontece
Tem dias que são coisas leves
Tem dias que a carga é mais pesada
Tem dias que tem grandes auxílios para carregar
Tem dias que tem grandes auxílios para fazer pesar
O que pensar disso tudo
O que sentir com isso tudo
Como segurar, aguentar, não demonstrar
Não sei
Acredito que ninguém saiba, e me refiro na prática!
Sabe quando tu sonha, almeja com um dia de paz e coisas dando certo
Sabe quando tu sente fala dos dias que eram só alegrias
Não estou me referindo a não ter as dificuldades, mas tem de ser tudo junto?
Acho que minha cartela de dificuldades estão sendo iniciadas em dias errados, pior que pílula anticoncepcional que tu controla para não ficar nos amados dias em finais de semana...
Só que a minha cartela de dificuldades estão todas para as mesmas épocas, não é de hoje isso...
Deixo bem claro que não estou desmerecendo meus momentos bons, de alegria, de coisas boas acontecendo, de pessoas legais ao meu lado, conversas legais ..
Mas é que olha, ta tenso
Bem difícil, assimilar certas coisas, compreender e aceitar outras
Ficar calada quando se mais queria era fala, gritar aos quatros cantos
Segurar uma lágrima é sempre mais difícil do que se pensa
Sempre mais doloroso do que se gostaria
Tem coisas que preferia nem saber
Não queria ver, pensar muito menos imaginar
E tem um dia que a represa não da conta ... E literalmente ai tudo por água a baixo

domingo, novembro 2

E que venham as mudanças da vida

Pois então, eis que um dia tudo virou de cabeça para baixo, tudo que poderia acontecer, veio junto, tudo, realmente tudo, as coisas boas e as "ruins", simplesmente despencaram sobre a minha cabeça... E eu?
Eu simplesmente tive de arranjar um jeito de entender e sair correndo mudando de estado, mudando de casa, mudando de rotina, pirando de segunda a segunda..
Estranho isso né, pois é, pra mim ainda está sendo...
Eu larguei nas mãos de quem acredito saber o que é melhor pra mim, e com isso voltei pro Rio Grande do Sul, voltei para a cidade que um dia eu disse não voltar, mas estou voltando por uma boa causa, estou voltando por que algo me atraiu para cá ... e não, não é namorado, marido, no fundo não envolve tanto família, estou voltando por que eu sempre coloquei na minha cabeça que primeiro seria meus estudos, meus trabalhos e depois sim eu veria o resto (não que seja um resto, mas por merecer uma atenção, acredito que tem seu tempo de acontecer), e então voltei, voltei a ver gente querida, amigos, até fazendo novos amigos já estou, até vendo novas possibilidades para mais á frente já estou, e claro não podia faltar, estou vendo pessoas com a linguinha coçando, loucas para ficar falando mal, ficar inventando mais historinhas, por que a vidinha delas está mais pra lá do que pra cá sabe, então entendo elas também, afinal coragem de se jogar para estudar e trabalhar poucos tem, por que passar trabalho poucos querem ...
Dificuldades de dar tchau sempre tive, mesmo sendo para a casa do lado, já achava estranho, mas parece que senti mais a volta do que a ida para Santa Catarina... Vai ver por que foi lá, que muita coisa mudou, para melhor, vai ver foi por que lá todos os tombos eu já esperava e aprendi a cair, a levantar e o melhor, sem pisar em ninguém sabe, e quando tinha (que na grande maioria das vezes eu tinha) uma mão amiga para ajudar a suportar muitas coisinhas que aconteciam...
Voltei ... ainda não acostumei... voltei.. é estranho
É estranho por que antes eu podia estar longe do que não me agradava aqui, mas agora estou longe do que não me agrada lá haha
É estranho, por que ainda não vi essa minha volta como uma regressão, sabe, ainda estou vendo como um passo a cima, um degrau a mais sendo subido lentamente, por que desde o dia que eu entreguei a chave do apartamento, eu senti que muita coisa ainda está para mudar, muita coisa! E a melhor mudança de todas eu sei, que está escondida dentro de mim, por que tem algo inquieto sabe, algo que ainda diz assim, isso não é assim, mas ainda não está na hora... Sei que tem o que me conhecerem aqui ainda, e quando conhecer é deixar de ver como a filha da fulana, como sobrinha da ciclana e sim como a Profissional, por que acho que é isso que ainda me falta aqui desse lado haha ...
Mas se lá em cima, ele organizou a volta, é por que ele sabe o que tem de acontecer néé

segunda-feira, agosto 18

Sabe aquilo tudo, pois então nem eu

Sempre me vi uma pessoa, muito voltada ao emocional, nem sempre quis ser assim
Não compreendo sentimentos eu os sinto quando não queria sentir, e quando creio que deveria sentir muito ignoro e desprezo, não gosto...
Já me vi perguntando o que seria por exemplo o Amor, amor de família, de coisas, de bichanos, de coisas eu até sei o que é, mas amor de amor, daquele que se vê em filmes e livros, esse posso ser sincera que apenas os conheço de outras histórias mas não o reconheço em mim, não sei diferenciar ele do sentimento de apego...
Apego, esse é um sentimento que eu entendo, e por causa dele muitas vezes me vejo fria, chega a ser engraçado mas é a mais pura verdade...
Eu muito consigo aconselhar as pessoas, mas eu sou o tipo de pessoas que segue o seguinte lema: "Faça o que eu falo e não o que eu faço!".
Já vi muitas janelas se abrirem, algumas por medo fechei e outras fiz questão de trancá-las se foi o certo não sei, sei que muito tenho vontade de abri-lás e ver se haveriam algo de diferente do imaginei, mas sabe aquele sexto sentido, então eu não sei se tenho, mas muito tenho uma noção de realidade e percepção de certas coisas, claro que elas podem ser erradas, por que muitas vezes não passam de julgamentos mas quando eu não sigo, bom você sabe o que acontece quando não obedecemos a mãe quando ela nos manda levar o guarda-chuva né...
Também já muito me achei a dona da razão e das certezas, hoje percebo que sou apenas mais uma errante em meio a tantos, mas meu medo de me machucar é maior que minha vontade de arriscar com certas coisas...
Sempre me senti feliz, por não ser uma menina que acreditava no Príncipe que viesse em um cavalo branco, mas depois de um tempo comecei a acreditar em coisa pior, que existe alguém igual ao dos meus pensamentos...