Momentos

Momentos
Nada explica tudo e tudo explica nada!!!

quarta-feira, abril 23

Lá lá lá relatório fazendo pensar Lá lá lá

Quem se emociona fazendo um relatório do mal
Quem se emociona, canta, interpreta enquanto faz um relatório do mal?
Quem não se sente um artista cantando Titãs?
Quem não precisa de uma fuga e encontra na música a sua vida, ou fragmentos de sua vida em várias músicas...
Quem não sente necessidade de falar muita besteira, rir de coisas idiotas, esquecer de tooda essa palhaçada que vivemos e aturamos...
Você é feliz ou finge ser ?
Uma simples pergunta, vista ao passar de ônibus por uma avenida, cheia de carros vazios
Que me faz parar todos os dias para tentar responder..
Sim tentar, por que existem coisas que me fazem super feliz, mas tem outras que sugam toda essa felicidade
Fazer um relatório do mal, não seria motivo de alegria mas cantar e viajar com músicas que realmente te dizem algo, sim isso me fez sorrir, rir, e ter uma explosão de alegria de modo que eu possa considerar esse um momento feliz...
Mas e aqueles que nem sempre tem a explosão mas precisamos estar felizes e até certo ponto estamos, por que procuramos os pontos... não são os pontos que nos acham...
Essa é minha preocupação haha
Ou minha paranoia ou minha loucura, ou minha vontade de que tudo estivesse diferente no momento que preciso esperar certos ciclos se encerrarem ...

terça-feira, abril 15

As máscaras da fraqueza ...

Fico me perguntando sobre máscaras...
Sabe hoje era um dia que eu preferiria estar quietinha, só com aquele sorriso de canto, por piadinhas diárias, uma cantadinha marota de alguém que jamais imaginária...
Mas as pessoas que vem para as minhas aulas não esperam isso..
E como num plimpimpim eu estou pulando, sorrindo, dando gaitadas...
Exigindo posturas, sorrisos, velocidade, altura, força, coordenação, atenção;
Dando conselhos ...
E quando sento o que acontece, volto ao meu ser quieta, de sorriso de canto, ás vezes por conseguir lembrar de coisas aleatórias a esses dois últimos dias
Ás vezes realmente por sentir necessidade de rir da minha desgraça, para poder ter uma determinação, uma inspiração para ser forte...
Mas e a máscara...
Enquanto professora me liberto de um mundo para entrar em outro?
Ou eu simplesmente me viro em alguém se não totalmente pelo menos parcialmente diferente?
Por que?
Por gostar do que eu faço, por saber que ali o momento não é de tristeza, mas me pergunto como conseguir isso...
Hoje percebi que sim, eu consigo essa virada mas não à entendo ...
Nem um pouco, e me pergunto se, com isso sou dessas de usar máscaras, e se existe máscaras de bem, que são para nos manter bem enquanto muitos não precisam saber das nossas fraquezas ...
Afinal eu sou independente, moro sozinha, pago minhas contas, não preciso da ajuda de ninguém...
Mas sinto falta de abraços...

quarta-feira, abril 2

A mente do querer e poder

Sempre ouvi dizer que entre querer e poder existe diferença ...
Mas também já ouvi que quando acreditamos em algo, a tendência é conseguirmos
Então OK, deram nó na mente, mesmo ela sendo capaz de muitas coisas
Que todos nós temos de 'correr' atrás de nossos sonhos é verdade, que nada cai do céu, tudo bem também já sabemos, mas então quem disse que existem a diferença entre o querer e poder?
Existe diferença em quem quer, em quem sonha...
Aí sim podemos começar a analisar
Falar muitas vezes é fácil, julgar então, quantos não gostam, mas e ir atrás do que desejam?
Sabe vejo tantas pessoas falando, reclamando, algumas até tentam te desmotivar de um futuro, mas aí me pego analisando esses tais seres... O que será que eles fizeram para estar onde estão? se estão reclamando, não estão satisfeitos, não estando satisfeitos mas ainda no mesmo lugar, são simples marionetes, estátuas vivas de uma sociedade ...
Espero sempre ter forças para não me deixar abater por essa sociedade, onde algumas pessoa já preferem se esconder...
Já pensei nessa possibilidade e foi onde eu percebi que o meu querer e poder tem ligação ...
Por que eu não consigo me esconder, não consigo ficar parada, não consigo permanecer quieta ao não gostar de algo, mas aprendi que existe o momento certo.
O tempo certo de cada coisa, nossa essa frase abre um leque de possibilidades
Possibilidades mais uma palavra de grandes idéias...
Deu de notar por que não consigo me esconder? Como me esconder se vejo uma gama de discussões em cada palavra que uso...
Então tá posso tentar reformular, existe diferença entre quem quer e quem pode, quem pode ter tudo aquilo que quer de uma maneira justa e saudável, dentro da sociedade que nos julga a cada minuto, instante, a cada gesto e olhar, a cada sentimento expresso ou mal expresso nas palavras...
Bom acho melhor nem comentar sobre as atitudes né, senão eu jamais termino esse post hehe, mas o que importa né, se a seu modo cada um segue um rumo, o rumo do seu próprio coração, o caminho que melhor achar, só por favor parem de reclamar se não estão fazendo nada para mudar, assim eu que ainda tenho toda uma esperança nos sonhos posso seguir em paz o meu destino haha #emocionadaquesóela


domingo, março 30

A janela

Sentimento deveria ser como uma janela
Mas uma janela de fácil visualização, deveríamos ter várias janelinhas
Algumas apenas duas pessoas veriam, outras seriam as janelas de grupo
Sentimento deveria ser uma coisa que se mostrasse desde o início
Não algo subliminar, algo que as pessoas escondem
Sentimento não deveria ser escondido, negado, atrofiado
Por que tentamos atrofiar algo mais forte que nós?
Será o medo? Será a certeza do erro? Mas que certeza?
Sentimentos são como as estrelas, algumas brilham mais afinal recém foram 'explodidas' certo?
Muitas vezes não vemos, sabemos que existem, mas nesse momento não sabemos quem são as que brilham mais fortes
Sendo assim, imaginamos, podendo assim criar uma ilusão
O pior não é criar a ilusão mas se deixar cair na ilusão de sempre existir a mais forte.
Ser como as estrelas não significa ser igual...
Mas ainda reforço a ideia de janelas, onde deveríamos sempre deixar os vidros limpos e quando possível abertos para que entre a brisa e refresque nossos corações
To emocionada? To grávida? To apaixonada? Não apenas vivenciando coisas diferentes todos os dias, coisas que não imaginei, coisas estranhas á minha pessoa
E pude perceber que coloquei cortinas nas minhas janelas, fechei os vidros, coloquei trancas, com medo
Medo de alguém pudesse ver, mas as vezes não é brisa que passa, é vendaval, que arranca as trancas e tira a cortina do lugar
E o que pensar diante de tudo isso, vendaval bagunça inclusive a casa.... Acredito ser esse o medo.
E em meio ao vendaval fica difícil observar as estrelas que com o tempo vão ficando fracas...
Ainda bem que ser como não significa ser igual, ainda bem que existe a brisa e o vendaval, ainda bem que existem a música para nos explicar e acalmar



terça-feira, março 25

Querer o imaginável né

Sabe quando tu para e analisa o que está acontecendo?
A forma, o modo como as coisas estão acontecendo?
Sabe quando alguém 'joga na sua cara' 'quer ser independente né"....
E vem uma pergunta em sua mente
Eu quero?
Sim eu quero, quero algo diferente do que vivenciei durante alguns anos, mas ás vezes parece que as coisas fogem do nosso controle e tomam rumos que quando nos damos por conta, é algo que jamais imaginaríamos
E eu quero o imaginável?
O que está acontecendo?
Será que algum dia eu imaginei chegar aonde estou, e ficar sem tempo, dormir sentada com uma caixa de som bombando, ficar pedalando atrás do horário, disputando espaço com carros...
Em alguns momentos penso que sim, mas em outros me pergunto se eu sirvo realmente para isso...
Sim no último ano eu resolvo entrar em crise existencial, mas e daí...
Daí que as vezes parece muita coisa, ás vezes parece muito peso, c@r#lhoo
Eu quero aqui que sei não terei, um dia um lugar sossegado, sem compromisso, sem regras, sem cobranças